As cineastas Katia Lund e Lili Fialho dirigem “Loucos Dizem que Somos”, onde mergulharam na comunidade do Vidigal, zona sul do Rio de Janeiro, para homenagear os mais de 30 anos de trabalho de Gotschalk da Silva Fraga, conhecido como Guti, à frente do projeto “Nós do Morro”, possibilitando arte e cultura aos moradores de uma área completamente abandonada pelo estado e sem perspectiva de sonhar.

O longa-metragem passeia pela história do “Nós do Morro” a partir de depoimentos de artistas como Jonathan Haagensen, Babu Santana, Pierre Santos, Mary Sheila e Sabrina Rosa. Nomes relevantes da cena audiovisual brasileira, eles têm em comum a participação nas oficinas de teatro oferecidas por Guti Fraga na comunidade. Além disso, a nova geração também faz sua aparição e ratifica a qualidade de um trabalho cíclico que não para de render frutos. Apesar do tom emotivo, a película é um retrato da dependência de iniciativas não governamentais nas favelas cariocas, sendo, por vezes, a única forma de possibilitar a “loucura” que é buscar uma realidade diferente para si.

“Loucos Dizem que Somos” estreia dia 18 de fevereiro, às 19h55 no Canal Brasil.