O assédio sexual de centenas de atletas pelo médico Larry Nassar, que trabalhou por mais de 20 anos da equipe feminina de ginástica olímpica dos Estados Unidos, é tema do documentário “No Coração do Ouro: O Escândalo da Seleção Americana de Ginástica” (“At The Heart of Gold -Inside The USA Gymnastics Sandal”). A produção, que estreia segunda-feira (15) no canal HBO, revela os bastidores de um sistema perverso, que priorizou a vitória acima de tudo.

O documentário mostra que as acusações contra Nassar, que também era médico da Michigan State University, passaram a se acumular a partir do momento que mais mulheres denunciavam sua conduta para os seus treinadores, pais e dirigentes das universidades. No entanto, há evidências de que as autoridades preferiram defender o médico, ignorando seu comportamento inadequado.

Por meio de entrevistas com dezenas de sobreviventes, treinadores, advogados e jornalistas, o filme expõe um ambiente em que as mulheres passaram a juventude competindo pela vitória em um cenário mundial, enquanto viviam uma cultura de abuso e silêncio.

“No Coração do Ouro: O Escândalo da Seleção Americana de Ginástica” estreia dia 15 de julho, às 22h no canal HBO e no HBO GO.