Quando se fala em transformação digital, logo se pensa em aplicativos, robôs, nuvem, inteligência artificial e afins. Mas transformação digital é apenas um dos aspectos envolvidos nessa evolução. Mais importantes são as experiências que ela pode proporcionar às pessoas, e isso só é possível quando ocorrem mudanças na cultura das organizações. Uma transformação digital não acontece efetivamente sem que haja mudança de mindset, modernização nos processos de trabalho, diversidade e inclusão.

Com essa premissa, o Sicredi lançou o desafio de fazer a transformação digital para se tornar, cada vez mais, uma instituição para todos. E, como resultado, traz mais uma grande novidade: a implementação em seu site do Hugo, avatar que realiza tradução de todos os conteúdos para Libras, a língua brasileira de sinais utilizada por pessoas surdas.

O Hugo é uma ferramenta da startup brasileira Hand Talk, reconhecida pela ONU como o melhor aplicativo social do mundo. Sua introdução no site do Sicredi é, portanto, um avanço para a instituição financeira. Dados do último censo do IBGE apontam que há cerca de 10 milhões de surdos no Brasil. Segundo a Federação Mundial dos Surdos (WFD, na sigla em inglês), 80% desse público em todo o planeta têm baixa escolaridade e problemas de alfabetização. Muitos deles não têm conhecimento sobre a língua portuguesa escrita. Essa população enfrenta inúmeros desafios diários, reforçando a necessidade de soluções que tornem os ambientes mais inclusivos. Por isso, mesmo os conteúdos em texto podem dificultar a compreensão quando do acesso a ambientes digitais, por exemplo, e somente legendas ou sites bem escritos acabam não sendo suficientes.

O Sicredi é uma instituição genuinamente inclusiva, extrapolando o universo financeiro, e temos como objetivo primordial gerar impactos positivos nas regiões onde atuamos. Isso passa pela geração de oportunidades para as pessoas também. Sabemos que a introdução do Hugo se trata de um pequeno passo e que ainda há muitos outros a serem dados, mas são as pequenas ações que geram grandes transformações”, afirma Ana Paula Cossermelli, superintendente de Comunicação e Marketing do Banco Cooperativo Sicredi.

Pioneiro no cooperativismo de crédito no Brasil, o Sicredi também é a primeira instituição do segmento a usar o Hugo, considerado uma ferramenta social inovadora, premiada internacionalmente – foi vencedora do prêmio Desafio Google de Impacto em Inteligência Artificial, durante o Google I/O 2019. A solução também foi eleita a mais inovadora do Brasil na Rio Info 2012 e considerada o melhor aplicativo social do mundo pela Organização das Nações Unidas (ONU). Já a Hand Talk foi reconhecida como a startup mais inovadora da América Latina na QPrize 2014.