Nesta terça (06), a GloboNews exibe um “Arquivo N”, especial sobre os 90 anos da Panair do Brasil.  A Panair do Brasil foi uma das companhias aéreas pioneiras do Brasil. Nasceu como subsidiária de uma empresa norte-americana, a NYRBA (New York-Rio-Buenos Aires), em 1929.

Incorporada pela Pan Am em 1930, teve seu nome modificado de Nyrba do Brasil para Panair do Brasil, em referência ao código telegráfico da Pan American World Airways (“PANAIR”), controladora da empresa. A Panair foi  fechada em 1965 por ordem do então presidente marechal Castello Branco, era o início da ditadura militar. Este ano marca nove décadas de fundação da companhia.

Foi num voo da Panair que o compositor Fernando Brant, tomou a primeira coca-cola da sua vida e o Milton Nascimento, ainda menino, visitou a cabine de comando quando viajava com os pais. Carlos Drummond dedicou uma crônica para a cia brasileira que tinha glamour, e lista de passageiro publicada em jornal. Muito se falou sobre a empresa, que chegou a ser a segunda do mundo do setor. Ela até apareceu em um filme de François Truffaut. Vamos resgatar a imagens da elegância das aeromoças e fazer um paralelo com a história do política e econômica do Brasil.

“Arquivo N” sobre a Pan Air do Brasil vai ser exibido no dia 06 de agosto, às 23h30 na GloboNews.