A história da música brasileira passa impreterivelmente pela maestria das baquetas de Wilson das Neves. O cantor, compositor e instrumentista revolucionou o andamento do cancioneiro popular com novas levadas de caixa, pratos e bumbos, dividiu o palco com grandes ícones da MPB e deixou registrado seu talento em mais de 800 álbuns gravados ao longo de uma longeva carreira de mais de meio século.

Sua percussão foi abandonada oficialmente em 2017, quando o músico não resistiu a um câncer, mas sua história está gravada não apenas em áudio, mas também no mais recente documentário de Cristiano Abud: “O Samba é Meu Dom”. 

O documentário “O Samba é Meu Dom” estreia dia 11 de setembro, às 20h no Canal Brasil.