O Globoplay estreou uma nova categoria na última segunda (24). O serviço de streaming começou a disponibilizar documentários. Inicialmente, estão disponíveis dez produções.

Entre os destaques estão “A Síndrome do Punk” (“The Punk Syndrome”), que acompanha quatro homens com deficiência decidem formar uma banda de Punk Rock; “Obrigado pela Chuva” (“Thank You For The Rain”) um pequeno fazendeiro no Quênia registra os impactos das mudanças climáticas na região e as consequências na vida das pessoas e “A Copa dos Trabalhadores” (“The Workers Cup”), que acompanha a vida dos imigrantes que trabalham nas construções dos estádios para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, e disputam um torneio de futebol próprio.

A história de Martin Armstrong, consultor financeiro que projetou um modelo para prever a movimentação da economia mundial e foi preso por ter sua pesquisa questionada pelo FBI é contada em “O Vidente das Finanças” (“The Forecaster”). “A Terra dos Fantasmas Vista pelos Bushmen” (“Ghostland”) traz uma análise das mudanças que a tribo dos Ju/’Hoansi Bushmen, na Namíbia, sofre com a civilização e a adaptação a novos hábitos de quem está prestes a perder tradições milenares. “A História de um Falsificador” (“Art & Craft”) acompanha um dos falsificadores de arte mais habilidosos da história dos Estados Unidos exposto, precisa enfrentar o próprio legado de mais de 30 anos de história.

Para debater sobre o futuro da reprodução humana, “Future Baby” mostra as principais inovações tecnológicas e fala dos limites éticos e científicos para mudanças no genoma humano. A plataforma ainda traz “Tyson” sobre o ex-campeão de pesos pesados, “Anderson Silva: Como Água”, que acompanha os treinos do brasileiro campeão de MMA e “Reginaldo Rossi, Meu Grande Amor”, a trajetória artística narrada com depoimentos de amigos, músicos e pessoas que conviveram com o cantor.

Os documentários já estão disponíveis no Globoplay, na sessão documentários.