André de Leones foi premiado ao lançar, em 2005, o romance Hoje Está um Dia Morto.  Pouco mais de dez anos após sua publicação, o drama foi escolhido pelo cineasta Robney Bruno Almeida para pautar sua estreia no universo dos longas-metragens. Estrelado por Carla Ribas, Arthur Ávila, Nayara Tavares, Vinicius Queiroz e Nathália Dantas, “Dias Vazios” estreia nesta quinta (26) no Canal Brasil.

Daniel (Arthur Ávila) é um adolescente pálido, tímido e recluso da pequena cidade de Silvânia, no interior de Goiás. Menino de pouquíssimas palavras, as profere apenas para falar com Alanis (Nathália Dantas), sua namorada, com quem conversa sobre o livro que sonha em publicar.

A trama é inspirada em uma história real e chocante do pacato município; o sumiço de Jean (Vinicius Queiroz) e Fabiana (Nayara Tavares), um casal de sua escola, desaparecido. Antes de sumirem sem deixar vestígios, os adolescentes eram vistos como tipos infelizes, depressivos e sem grandes perspectivas na vida em um lugar simples. O rapaz era questionador e frequentemente irritava a Freira Corina (Carla Ribas), madre superiora do colégio no qual estudavam.

A busca por pistas do paradeiro de Jean e Fabiana torna-se uma obsessão de Daniel, não apenas obstinado em finalizar seu livro de forma fidedigna, mas também por demonstrar uma insatisfação com o mundo tal qual seu personagem principal.

“Dias Vazios” estreia dia 26 de setembro, às 20h30 no Canal Brasil.