Ambientada em uma realidade alternativa em que vigilantes mascarados são tratados como foras da lei, “Watchmen” do produtor executivo Damon Lindelof, abraça a nostalgia da HQ homônima, enquanto tenta quebrar os seus próprios paradigmas.

A série é uma adaptação televisiva da famosa graphic novel de Alan Moore e Dave Gibbons, que apresenta uma distopia com uma versão alternativa da história ambientada no ano de 1985 no auge da Guerra Fria entre os Estados Unidos e a União Soviética. A trama gira em torno de um grupo de super-heróis americanos, na maioria aposentados, que investiga o assassinato de um deles e, no processo, descobre uma conspiração que pode mudar o rumo da história.

A série é protagonizada por Regina King, no papel de Angela Abar, que tem sua vida dividida entre duas máscaras: uma da principal detetive da Polícia de Tulsa e outra de esposa e mãe de três filhos.

O elenco inclui Jeremy Irons, Don Johnson, Jean Smart, Tim Blake Nelson, Louis Gossett Jr., Yahya Abdul-Mateen II, Tom Mison, Frances Fisher e Sara Vickers. Participam também Hong Tchau, Andrew Howard, Jacob Ming-Trent, Dylan Schombing e James Wolk.

“Watchmen” estreia no dia 20 de outubro, às 22h na HBO e na HBO GO.