Uma das promessas de campanha do mito presidente Jair Bolsonaro, a extinção da TV Brasil não aconteceu. Aliás, na falta de uma, agora são duas TVs Brasil. Desde abril, com a extinção do antigo canal NBR, a TV Brasil se divide em duas: a TV Brasil principal, com a programação regular que sempre teve, e a TV Brasil 2 (ou “TV Brasil Gov”), que basicamente cobre atividades de interesse do governo federal. Ou seja, nada além  da NBR sob outra marca. Ou, pior melhor: a TV Brasil em duplicidade.

Curiosamente, a EBC, responsável pela TV Brasil, entrou na lista de empresas estatais a serem privatizadas pelo governo em breve. Até lá, o canal deve continuar existindo – de forma unificada ou dupla, só a equipe responsável pela desorganização da TV pública atualmente saberá responder. O maior feito até aqui, diga-se de passagem, foi transformar a logomarca do canal em uma pipa.

Aliás… Uma dúvida paira no ar. TV “pública” se “privatiza”?