Os fãs do cinema mundial aguardam com ansiedade a chegada de uma das grandes estreias desta semana nas principais salas brasileiras.

Nesta quinta, dia 17 de outubro, o público poderá conferir o longa “Malévola – dona do mal“. A complexa relação de Malévola e Aurora continua a ser explorada a medida em que enfrentam novas ameaças à terra mágica dos Moors.

Ainda nesta semana estreia o longa “A luz no fim do mundo“. Em uma realidade pós-apocalíptica, onde quase toda a população feminina foi devastada, um pai precisa proteger sua filha do caos que se espalhou pela sociedade. Ela é a única menina sobrevivente de que se tem notícia e, mesmo dez anos após a pandemia que tirou a vida de todas as mulheres, incluindo sua mãe, Rag e seu pai ainda precisam lutar diariamente por sobrevivência.

O cinema nacional aposta no documentário “Meu nome é Daniel“. Daniel Gonçalves nasceu com uma deficiência que nenhum médico foi capaz de diagnosticar. Através de imagens de arquivo da família, cenas gravadas atualmente, histórias e reflexões de Daniel, traça-se o caminho de sua vida para tentar compreender sua condição.

Da Itália chega a comédia “Desafio de um campeão“. Christian é jogador do Roma, genial e imprudente. Valério, um professor tímido e solitário que é contratado para ajudar Christian a ter disciplina. Completamente opostos, no início só existem desentendimentos, mas logo eles se aproximam criando um vínculo que vai além do esporte.

Gosta do cinema espanhol? Então a dica é conferir “O enigma da rosa“. A jovem Sara, filha de Oliver e Julia, desaparece de repente. Dias se passam sem nenhuma notícia sobre a menina, até que a família recebe uma carta de alguém que diz ter sequestrado Sara e quer apenas uma coisa: falar com eles naquela mesma noite.

Ainda da Itália, estreia o drama “Euforia“. Matteo (Riccardo Scamarcio) e Ettore (Valerio Mastandrea) são irmãos com vidas distintas e que compartilham um laço afetivo pouco desenvolvido. Enquanto o primeiro é um jovem empreendedor carismático e “mente aberta”, o segundo leva uma vida simples e reclusa na cidade em que nasceram, trabalhando como professor no ensino médio de uma escola local. Após um evento traumático, os dois começam a viver juntos em Roma, durante alguns meses. A situação faz com que eles trabalhem suas diferenças, possibilitando – em meio a um turbilhão de medo, fragilidade e euforia – o nascimento de uma ligação genuína entre os dois.