Segundo a jornalista Patrícia Kogut, a Globo cancelou a faixa de superséries das 23h. A faixa era composta de novelas com menores capítulos e com tramas mais elaboradas, sendo destaques produções inéditas como “Onde Nascem os Fortes”, “Os Dias Eram Assim”, “Liberdade, Liberdade” e “Verdades Secretas” e remakes de sucessos da emissora como “Gabriela”, “O Astro”, “Saramandaia” e “O Rebu”.

A decisão pegou de surpresa produção e elenco de “O Selvagem da Ópera”, que já contava com ensaios e entraria em gravação em dezembro. A trama que contará a história do maestro brasileiro Carlos Gomes será reaproveitada, agora em formato de novela das 18h em 2020. Escrita por Maria Adelaide Amaral, a supersérie contaria com Renan Monteiro como o maestro na história, além de Bianca Bin, Isabelle Drummond, Luis Miranda, Dira Paes e  Mateus Solano no elenco principal.

As novelas produzidas para a faixa das 23h continuarão sendo realizadas, mas passarão a ser exibidas no Globoplay. A primeira delas será  “Verdades Secretas 2″, que dará sequência a história de Angel (Camila Queiroz), sem os demais protagonistas Alex (Rodrigo Lombardi) e Carolina (Drica Moraes), mortos no fim da primeira versão.

Segundo o jornalista Daniel Castro, a produção da continuação da novela das 11 vencedora do Emmy Internacional de 2016 está no calendário de 2020 e deverá ser exibida também em janela na TV aberta, após um período no Globoplay.

Apesar de Walcyr Carrasco, seu autor, ainda estar no ar com “A Dona do Pedaço”, em entrevista ao “Conversa Com Bial”, na noite de terça-feira (22), o autor falou sobre o projeto. “Espero que seja tão boa quanto a primeira. Tem que ter os mesmos personagens para que ela seja uma continuação… Ainda não temos data, nem elenco confirmados. Confirmo apenas que a Amora Mautner será a diretora.” Atores como Reynaldo Gianecchini, Camila Queiroz e Marieta Severo já estariam reservados para a obra.