Impregnado de lendas, mitos e medos, o lobo é um ser incompreendido desde a época dos contos de fadas. Muitas vezes descrito como uma criatura do pesadelo, ele continua sendo considerado um animal misterioso e ilusório. Atualmente, a maioria dos lobos sente medo e desconfiança do ser humano, exceto os lobos do Ártico, que ao viverem tão longe ao norte foram salvos da interação com os seres humanos.

Nesta sexta-feira (29), o National Geographic Wild estreia “O Reino do Lobo Branco” e oferece uma janela sem precedentes para a vida dos lobos em sua verdadeira natureza: poderosa, divertida e muito próxima. Sem interferência, na remota ilha de Ellesmere, no arquipélago do Ártico canadense, os lobos brancos caçam, uivam e criam suas famílias matriarcais com total liberdade, como fizeram desde o último período glacial: ignorando qualquer perigo que os humanos possam gerar, livres e sem medo.

Revelado pelas lentes do Explorador da National Geographic Ronan Donovan, este especial de três partes leva o público à magnífica jornada que um biólogo de campo transformado em fotógrafo realizou para encontrar um bando de lobos que lhe permitia observar seu comportamento diário sem interferir na rotina deles, na esperança de compartilhar a verdadeira história do lobo com o resto do mundo.

Depois de muitas semanas procurando em vão, Donovan de repente se vê cara a cara com uma matilha de dez lobos. É uma oportunidade única de ser aceito, mas os lobos o inspecionam e o sentem de brincadeira, enquanto Donovan se filma nessa interação espontânea extraordinária.Com a bênção da matriarca e dos demais lobos, Donovan é aceito pelo grupo e passa as quatro semanas restantes com eles, observando suas caçadas extraordinárias e a luta diária para sobreviver, além de seus jogos e relacionamentos familiares.

“O Reino do Lobo Branco” estreia dia 29 de novembro, às 23h20 no National Geographic Wild.