A decadência da música brasileira é retratada diariamente na TV pelo programa “TVZ“, do canal Multishow. Apresentado por (cof, cof, cof) artistas que retratam o desolador momento musical do país, tais como Jojô Todynho, Pabllo Vittar, MC Kekel, Nego do Borel, Lexa e outros, o “TVZ” se tornou um verdadeiro circo de “personalidades” que, para além da questão falta de carisma, pouco (ou nenhum) destes nomes entende sobre apresentar um programa ao vivo. Ah, e a música – que deveria ser o principal – ficou para segundo plano.

O “circo” do TVZ é uma extensão do circo que se tornou o Multishow – um canal que cede espaço constante para um novo nível de linguagem e humor do Brasil: a lacração e a ‘bagunça’. A música é mesmo boa? A piada tem mesmo graça? Bom, isto é mero detalhe. Se dá audiência, então deve agradar. Jojô Todynho, por exemplo, ganhou recentemente um programa em um dos canais do YouTube do Multishow: o “Música Multishow” (música, entendeu?). Se é realmente engraçado, bem… veja e conclua por você mesmo.

Voltando ao tema: alguém aí se lembra dos tempos em que apresentar um programa do gênero musical exigia entender de música (em geral)? Agora, pelo visto, basta ter um currículo + repercussão como um dos recentes apresentadores do “TVZ”: MC Jottapê, e seu Instagram oficial:

Pode pôr no ar!