Olá, internautas

Nesta segunda-feira (09/12), “Topíssima” chegará ao fim na Record TV. A novela de Cristianne Fridman ficou ao redor dos 8 pontos de média. Não obteve a vice-liderança isolada com facilidade em grande parte dos capítulos. Mesmo assim, a trama contemporânea trouxe um alento à teledramaturgia do canal dependente, sobremaneira, das tramas bíblicas.

Segue o nosso tradicional balanço com os pontos positivos e negativos.

PONTOS POSITIVOS

Felipe Cunha (Antonio) e Camila Rodrigues (Sophia Loren): o casal foi o ponto alto da novela. Antonio e Sophia conquistaram, desde o início, a torcida do telespectador. Os protagonistas sustentaram a obra. Camila Rodrigues, mais uma vez, sobressai em uma produção recordiana. Ela passou leveza e segurança. Já Cunha aproveitou a maior oportunidade de sua carreira na televisão. Passou virilidade no vídeo.

Denise del Vecchio (Madalena): a veterana atriz, praticamente, é um patrimônio do elenco de novelas exibidas na emissora. Denise passa toda a sua experiência no vídeo e sobressai. A emoção de Madalena ao descobrir a morte da filha Jandira, após o aborto em uma clínica clandestina, é um marco de Topíssima. A obra trouxe o debate sobre esse tema polêmico.

Floriano Peixoto (Paulo Roberto): o ator passou toda a ambivalência do “traficante-mor” da “Veludo Azul”. Reitor de universidade que, na realidade, apostava na comercialização da droga que percorreu toda a novela. Personagem que retrata o comandante de drogas sintéticas longe dos morros.

Marcelo Rodrigues Filho (Rafael Mendonça): o ator começou com o pé direito na televisão. Interpretou com verdade o bom moço Rafael. Não transformou o personagem em um rapaz bobo ou meloso.

Bruno Guedes (Edison): o ator se destacou, no elenco jovem, ao interpretar o ambicioso Edison.

PONTOS NEGATIVOS

Núcleo jovem: “Topíssima” tinha um núcleo jovem que mais lembrava a finada Alta Estação ou Malhação. Essas histórias paralelas, ambientadas em uma república, tiraram o vigor da novela. Acrescentavam em nada. Mão de Vaca (Leonardo Almada) até liderava esse núcleo que ganhou um espaço muito maior que o merecido.

Delegado André Medeiros (Sidney Sampaio): esse personagem poderia se casar com Maria da Paz de “A Dona do Pedaço”. Foi o verdadeiro trouxa da delegacia.  A burrice de um agente policial ultrapassou o bom senso na teledramaturgia.

Vitor Novelo (Vitor): ator com postura estranha no vídeo.

Fabio Maksymczuk