Blocos nas ruas de várias capitais, desfiles das grandes escolas de samba, trios elétricos em Salvador, tradição e mistura de ritmos em Recife e Olinda. O Carnaval se espalha pelos quatro cantos do país, mostrando a força da festa mais popular e democrática do país. Toda equipe de jornalismo da Globo e suas afiliadas está mobilizada para fazer uma grande cobertura do evento, com flashes durante todo o dia, na Globo, no G1, na GloboNews e no Globoplay. Uma cobertura em todas as plataformas, do tamanho da paixão dos brasileiros por uma das maiores festas do planeta.

Nesta sexta-feira (21) e no sábado (22) o espetáculo das escolas de samba enche de luz e cor a Marquês de Sapucaí e o Sambódromo do Anhembi. A transmissão dos desfiles começa depois do ‘BBB20’ na Globo. G1 e Globoplay acompanham a movimentação nos Sambódromos desde o início da noite.

Na transmissão do Grupo Especial de São Paulo, que a Globo exibe para todo o Brasil, menos Rio de Janeiro, uma novidade: a jornalista Michelle Barros se junta a Chico Pinheiro e aos comentaristas Aílton Graça, Celso Viáfora e Alemão do Cavaco. Cerca de 450 profissionais e 30 câmeras mostram todos os detalhes da festa. Já a capital carioca acompanha os desfiles da Série A. O comando é da dupla Pedro Bassan e Mariana Gross, e os comentários, de Lucinha Nobre e Leonardo Bruno.

Depois do Fantástico, entram em cena as escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro, em transmissão da Globo para todo o Brasil. No G1 e no Globoplay, a transmissão começa no início da festa. Como nos últimos quatro anos, Fátima Bernardes e Alex Escobar apresentam os desfiles no domingo e na segunda, ao lado dos comentaristas Milton Cunha e Pretinho da Serrinha. Mais de mil profissionais da Globo estarão no Sambódromo e 30 câmeras mostram cada detalhe dos desfiles.

Na terça (25) e na quarta (26), é hora de abrir os envelopes para conhecer os campeões do Carnaval. A Globo transmite a apuração do desfile paulista, apenas para o estado de São Paulo, na tarde de terça-feira, dia 25; e a do Carnaval carioca, na quarta-feira, dia 26, para todo o país. As equipes de reportagem estarão espalhadas pelas quadras das escolas de samba mais cotadas aos títulos para acompanhar toda a emoção dos integrantes.

E no sábado, dia 29 de fevereiro, o melhor do Carnaval carioca volta a desfilar em clima de consagração. G1 e Globoplay transmitem, ao vivo, a partir das 21h30, o Desfile das Campeãs do Rio, com apresentação de Diego Haidar e comentários de Daniel Targuetta, com participação de Milton Cunha direto da Sapucaí.

Globoplay e G1 no Carnaval

No Globoplay e no G1 também será possível acompanhar, ao vivo e de graça, o melhor do Carnaval do Rio de Janeiro, de São Paulo, a alegria dos trios elétricos de Salvador, dos blocos mais tradicionais de Pernambuco pelas ruas e ladeiras de Recife e Olinda, além do carnaval de rua de Belo Horizonte e Maranhão. As íntegras dos desfiles das escolas do Rio e de São Paulo ficarão disponíveis para quem quiser rever sua escola favorita no Globoplay.

Na página especial de Carnaval do G1 (https://g1.globo.com/carnaval/2020/), estão disponíveis as agendas de blocos divididas por região, data e horários; ensaios exclusivos com as musas das escolas de samba; e registros dos momentos mais marcantes da folia por todo o Brasil em fotos e vídeos. Mais de 60 profissionais estão envolvidos na cobertura, que tem como um dos destaques a série ‘Aprenda Antes do Carnaval’, com dicas de como não passar perrengue nos blocos e sugestões para fantasias sustentáveis.

GloboNews tem estúdio especial no Camarote da Veveta

Além de mostrar cada detalhe da folia, com equipes entrando ao vivo de norte a sul do país, a GloboNews traz uma novidade para a cobertura do Carnaval 2020: um estúdio dentro do Camarote da Veveta, espaço exclusivo da cantora Ivete Sangalo, que estreia no Circuito Barra Ondina do carnaval de Salvador. Na transmissão da folia, haverá interação entre a equipe de âncoras no local e repórteres em vários pontos da cidade.

Na segunda-feira, a apresentadora Maria Beltrão terá a companhia do tradicional Samba do Trabalhador, do Clube Renascença, no ‘Estúdio I’. Na terça-feira de Carnaval, o ‘Arquivo N’ levanta a polêmica em torno das marchinhas. Se antes eram presença confirmada nos bailes, hoje são tema de debates: as letras carregam palavras de preconceito ou sintetizam apenas diversão? Na quarta-feira, o ‘Edição das 16h’ mostra que a festa não acaba em cinzas e acompanha ao vivo o bloco “Vagalume O Verde”, que toca clássicos do samba na viagem do tradicional bondinho do Pão de Açúcar.