O novo serviço de vídeo sob demanda Disney+ foi lançado nos últimos meses em vários países ao redor do planeta e logo se tornou queridinho pelos fãs do grupo. O serviço inclui ainda conteúdo da Pixel, Marvel, Star Wars e da National Geographic.

De um lado, o mercado de entretenimento vê o crescimento do streaming. No entanto, os canais lineares do grupo Disney parecem sofrer um desgaste em vários países. No início do mês de maio, assinantes de operadoras de TV por assinatura na Itália, Alemanha, Austrália, França, Espanha, Reino Unido e Nova Zelândia deram adeus aos canais lineares da Disney.

Desde o dia 1º de maio, deixaram de existir os seguintes canais: Disney Channel (Itália e Austrália), Disney Junior (Itália e Australia), Disney XD (Alemanha, França e Espanha) e Disney XD+ (Reino Unido).

O serviço de streaming Disney+ está previsto para ser lançado no Brasil no segundo semestre de 2020.