A sequência da série revolucionária “The L Word”, “The L Word: Generation Q” estreou nesta quinta (25) no Amazon Prime Video. A série traz novamente Jennifer Beals, Kate Moennig e Leisha Hailey em seus papéis originais ao lado de um novo grupo de diversos personagens LGBTQIA+ que experimentam e compartilham amor, desgosto, sexo, contratempos e sucessos em Los Angeles.

Mais de dez anos, após a morte de Jenny Schecter, Bette Porter (Jennifer Beals) está concorrendo à prefeitura de Los Angeles. Mas sua posição eleitoral é ameaçada, quando durante uma entrevista coletiva ao vivo, um homem a acusa de ter dormido com sua ex-esposa que na época era uma das funcionárias de Bette.

Alice Pieszecki (Leisha Hailey), agora com seu próprio talk show de sucesso, está em um relacionamento com a terapeuta Nat (Stephanie Allynne). Juntas, elas lutam para criar os dois filhos de Nat e lidar com Gigi (Sepideh Moafi), a ex-esposa controladora.

Os personagens originais se reúnem depois que Shane (Katherine Moennig) volta para Los Angeles depois de vender seus salões de cabeleireiro em Paris e Nova York. Os membros da nova geração são Dani, Sophie, Micah e Sarah Finley. Dani Núñez (Arienne Mandi), gerente de relações públicas e noiva de Sophie Suarez (Rosanny Zayas), produtora de TV do programa de Alice Pieszecki; Micah Lee (Leo Sheng), professor adjunto de homens trans e Sarah Finley (Jacqueline Toboni), assistente executiva de uma família religiosa.

A 1ª temporada de “The L Word: Generation Q” estreia dia 25 de junho no Amazon Prime Video.