Andréia Horta volta ao Canal Brasil e comanda um mergulho na história do cinema brasileiro na quinta temporada de “O País do Cinema”, terceira apresentada pela mineira. Na atração, que estreia no dia 02 de julho, a atriz recebe realizadores, diretores e intérpretes e coloca em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional recente.

Para este ano, o programa dirigido por Marcello Ludwig Maia traz uma novidade: os episódios vão ao ar logo após a exibição dos filmes a que se referem e a anfitriã recebe no estúdio profissionais envolvidos com o longa. Matheus Nachtergaele, Cleo, Mauro Lima, Carol Duarte, Gregorio Duvivier, Dira Paes e Alexandre Nero, são alguns dos convidados da temporada, que passeia por clássicos e produções mais recentes do cinema brasileiro. No dia seguinte à exibição no canal linear, o programa pode ser assistido no Canal Brasil Play ou ouvido, em formato de Podcast, em plataformas como Spotify e Apple Podcast.

A apresentadora traz ao espectador detalhes dos bastidores de filmes marcantes da história recente do cinema brasileiro. Para ilustrar as entrevistas, a atração exibe cenas das obras e imagens de making of. Com Mauro Lima e Cleo, a conversa lembra curiosidades de “Meu Nome Não É Johhny” (2008), no qual Selton Mello interpretou um rei do tráfico da Zona Sul carioca. Matheus Nachtergaele e Virginia Cavendish relembram os bastidores de O Auto da Compadecida (2000), um dos maiores sucessos da história do cinema brasileiro, assim como Carandiru (2003), representado por Caio Blat e Luiz Carlos Vasconcelos. Carol Duarte e Gregorio Duvivier comentam detalhes de “A Vida Invisível” (2019), coprodução do Canal Brasil premiada no Festival de Cannes, e Dira Paes se reúne com Emílio de Mello para dissecar cenas de “Divino Amor” (2019). O programa traz ainda conversas com Sandra Kogut, Fernando Alves Pinto, Alexandre Nero e Rodrigo Pandolfo.

A 5ª temporada de “O País do Cinema” estreia dia 02 de julho, à 0h no Canal Brasil.