A partir desta terça (07), a série “Cine Holliúdy” será reexibida nas noites de terça-feira na Globo. Com muita poesia e humor regional, a produção conta a história do cinemista Francisgleydisson (Edmilson Filho) e sua luta para manter viva a arte do cinema em Pitombas, cidade fictícia no interior do Ceará, depois que um aparelho de TV chega à cidade.

Na história, Francis, dono da única sala de filmes da região, vê o faturamento cair na bilheteria quando a novidade tecnológica cai no gosto popular. A iniciativa do prefeito Olegário (Matheus Nachtergaele) para atender às vontades da primeira-dama, Maria do Socorro (Heloisa Perissé), lota a praça de pessoas que querem assistir à novela no novo equipamento. Teimoso, Francis tem no seu DNA algo que é comum ao brasileiro: a arte de se reinventar, se reerguer e fazer graça até na desgraça. Para isso, conta com o apoio de seu parceiro de trabalho e fiel amigo Munízio (Haroldo Guimarães).

Enquanto se desdobra para tornar seu cinema mais atrativo, Francis se encanta pela enteada de Olegário, Marylin (Letícia Colin), que chega de São Paulo a contragosto, mas logo encontra uma razão para ficar. Ao lado de Francis, a paulistana vai viver dias de muitas aventuras com muito sotaque cearensês.

Com dez episódios, a série faz uma homenagem à sétima arte e conta com participações especiais de Ney Latorraca, Chico Diaz, Ingrid Guimarães, Miguel Falabella, Rafael Infante, Falcão, Bruno Garcia, entre outros. Seis dos dez episódios da trama ressaltam o trabalho de pesquisa em relação ao gêneros do cinema. Filmes de ficção científica, romance, terror, ação, faroeste, artes marciais e até filme bíblico fazem parte das histórias em que Francis, Marylin e Munízio se metem, colocando a cidade fictícia de Pitombas dentro de suas aventuras.

“Cine Holliúdy” estreia dia 07 de julho, depois de “Fina Estampa” na Globo.