Olá, internautas

“Mega Senha” é um dos destaques positivos na programação da RedeTV!. É uma boa opção ao telespectador na noite de sábado ou em seu horário alternativo aos domingos. Porém, de uns tempos para cá, a atração serve para propagar as opiniões do apresentador e vice-presidente da emissora, Marcelo de Carvalho.

Cada vez mais à vontade, o executivo transforma o seu púlpito de comunicador para reverberar o discurso do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia do novo Coronavírus.

A cada edição, Carvalho critica, ferozmente, o isolamento social como forma de diminuir o contágio da doença. “É uma bobagem”, disparou no último sábado (04/07). De acordo com o apresentador, em nenhum país do mundo, a quarentena evitou a propagação da Covid-19. O executivo ressaltou a necessidade de o País engrenar a atividade econômica para a geração de empregos.

O palanque eleitoral também se faz presente. Carvalho sempre enaltece o governo Bolsonaro que promovia o crescimento econômico e criticou, visceralmente, o prefeito Bruno Covas por adotar o distanciamento social e ter fechado o comércio. É bom lembrar que o “Mega Senha” é patrocinado pela Havan, conglomerado de Luciano Hang, entusiasta do presidente Bolsonaro.

Carvalho perdeu o foco. “Mega Senha” é um programa de entretenimento. Suas opiniões políticas e partidárias deveriam ser emitidas em suas redes sociais e em entrevistas. Com tal postura, a rejeição ao seu nome fica cada vez mais crescente.

Fabio Maksymczuk