Olá, internautas

O SBT começou a retomar a gravação de alguns programas durante a pandemia do novo Coronavírus. O “Programa do Ratinho” é um deles. A edição inédita vai ao ar às sextas-feiras.

Nesta sexta-feira (03/07), por exemplo, o comunicador estava no palco ao lado apenas das assistentes Milene Pavorô e Valentina Francavilla. Ratinho interagiu com a dupla Edson e Hudson, Mariane Dombrova e André Vasco, pelo telão, no quadro Resposta Premiada. Um fato chamou a atenção neste momento.

O camundongo questionou, para Hudson, qual era o nome verdadeiro de Jamelão. O cantor respondeu José Alves. No gerador de caracteres, a resposta João Alves foi apontada como a certa. Porém, o nome correto é realmente José Alves.

Nesta edição inédita, um fato realmente chamou a atenção. Na passagem para o intervalo comercial, a atração do SBT exibe a foto das pessoas que venceram a batalha do novo Coronavírus. Ao contrário do “Jornal Nacional”, por exemplo, que sempre destaca na tela o número de mortos pela Covid-19.

Além disso, o animador entrevistou o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, sobre o auxílio emergencial. O executivo perdeu espaço no “Brasil Urgente”, na Band, após a revelação da polêmica reunião presidencial. Ratinho se alinha ao discurso do presidente Jair Bolsonaro.

Aliás, o apresentador fez questão de ressaltar o apoio aos ideais do “líder da Nação” em entrevista a José Luiz Datena no Youtube.

Durante o bate-papo, Ratinho detonou a imprensa brasileira. “É uma perseguição. A imprensa pensa em derrubar o Poder… A esquerda está nas redações dos jornais do Brasil”, detonou o camundongo sobre a relação da mídia com o presidente.

“O eleitor do Bolsonaro é o evangélico, é o policial militar, é o policial civil”, defendeu. O empresário e apresentador acredita que o governo Bolsonaro não é manchado por casos de corrupção, como os governos estaduais.

“O Supremo não tem que se meter”, disparou sobre o conflito institucional com o governo Bolsonaro. Ratinho ainda disse que o Brasil tem o melhor ministro da Economia do mundo, Paulo Guedes. Há alguns anos, durante os governos petistas, o animador do SBT sempre ressaltava que o ex-presidente Lula era seu amigo.

Ratinho é uma das faces da guerra midiática que ocorre atualmente nos bastidores do Poder. Carlos Massa se transformou em um dos empresários mais influentes, especialmente, no Paraná. E sempre é válido lembrar que seu filho, Ratinho Junior, é governador do Estado.

Fabio Maksymczuk