Olá, internautas

Um fato a ser comemorado aconteceu nesta semana. O SBT conseguiu romper o monopólio da TV Globo na transmissão do futebol. O presidente Jair Bolsonaro assinou a MP (Medida Provisória) 984, que dá o direito de arena e transmissão de jogos apenas ao time mandante de partidas.

O Flamengo entrou em conflito com o Grupo Globo diante da novidade. Na realidade, o time carioca pretenderá transmitir os jogos, através de seu próprio canal FlaTV. E todas as outras equipes tenderão a apostar nesse caminho. A transmissão esportiva, que ainda é um pilar na televisão, deverá ganhar novos contornos.

Mesmo assim, a televisão ainda possui um vasto poder de penetração no Brasil e os times não poderão dispensar essa força. Por isso mesmo, as outras emissoras, além da Globo, ganharão mais oportunidade de transmitir as partidas. Isso gerará mais empregos e maior competitividade no meio esportivo.

Com tal premissa, os jogos deverão ganhar também um melhor horário de transmissão. Com o monopólio da TV Globo, os jogos iniciam às 22 horas nas quartas-feiras, por exemplo. Ruim para os telespectadores, espectadores nos estádios, imprensa e até para os próprios jogadores. Um total absurdo que persiste há anos.

Além disso, será mais provável que diferentes canais transmitam diferentes partidas. E não o mesmo jogo ao mesmo tempo, como ocorria na dobradinha Globo-Band.

Mesmo com um jogo que envolvia times cariocas, o SBT ampliou sua audiência em 69% na Grande São Paulo, além de ter liderado os índices no Rio de Janeiro. O telespectador sempre ganha com mais opções.

Fabio Maksymczuk