A ilha artificial de Yas, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, ganhou o apelido de ‘Ilha da Luta’ desde que foi confirmada como sede de quatro eventos do UFC. E a estreia será em grande estilo, com três disputas de cinturão e a presença de oito brasileiros. O UFC 251 acontece neste sábado (11), a partir das 18h30, com transmissão ao vivo do Combate e cobertura especial do Esporte da Globo.

Na sexta-feira, dia 10, a comentarista Ana Hissa participa do ‘Redação SporTV’, às 10h, e do ‘Seleção SporTV’, às 12h, trazendo as notícias atualizadas do evento e a expectativa sobre a participação dos brasileiros. A partir das 18h, Bernardo Edler, Rodrigo Minotauro e Junior Cigano, quinto colocado no ranking dos pesos-pesados, estarão ao vivo no Globoesporte.com, analisando as principais lutas do card.

Às 19h30, a ‘Faixa Especial’ do SporTV relembra lutas memoráveis dos brasileiros José Aldo e Jéssica ‘Bate Estaca’, que estarão no UFC 251, com a narrações e comentários inéditos e a participação de Flávio Canto. Às 21h30 no Combate, o ‘Giro Combate’ analisa as lutas do evento em um bate-papo com Marcelo Russio, editor do Combate.com e entrevista com exclusividade o brasileiro Deiveson Figueiredo, que disputa o cinturão da categoria peso-mosca no próximo dia 18.

A transmissão do UFC 251 no sábado, dia 11 de julho, começa às 18h45. André Azevedo e Ana Hissa comandam o card preliminar e o ‘Aquecimento Combate’. O programa tem a participação de Gilbert ‘Durinho’ Burns, que disputaria a luta principal da noite, mas acabou afastado por ter testado positivo para coronavírus. No card principal, a narração será de Rhoodes Lima, com comentários de Rodrigo Minotauro. “Mais do que um evento, o UFC 251 será um acontecimento”, garante Rhoodes. O SporTV2 e o Combate.com também exibem as duas primeiras lutas da noite.

Com a ausência do brasileiro Gilbert ‘Durinho’ Burns, a principal luta da noite será entre o nigeriano Kamaru Usman, que defende pela segunda vez o cinturão da divisão dos meio-médios (até 77,1kg), e o americano Jorge Masvidal, dono do título simbólico de ‘lutador mais durão do planeta’ e do nocaute mais rápido da história do UFC. Na co-luta principal, o australiano Alexander Volkanovski coloca em jogo pela primeira vez o cinturão dos penas (até 65,8kg) contra o americano Max Holloway, ex-campeão e atual número 1 do ranking da categoria.

Já o brasileiro José Aldo busca o cinturão na categoria peso-galo (até 61,2kg), vago após a aposentadoria de Henry Cejudo, Ele enfrenta o russo Petr Yan, especialista em muay thai, que vem de nove vitórias consecutivas. A paranaense Jéssica ‘Bate Estaca’ faz um duelo de ex-campeãs da categoria peso-palha feminino (até 52,2kg), com a americana Rose Namajunas, que volta ao octógono depois de mais de um ano de ausência. Abrindo o card principal, a mineira Amanda Ribas, invicta na organização, tem pela frente a americana Paige VanZant pela categoria peso-mosca (até 56,7kg).

No card preliminar, mais cinco brasileiros em ação. O paranaense Elizeu Capoeira, com apenas uma derrota nas últimas nove lutas, enfrenta o russo Muslim Salikhov pela divisão dos meio-médios. O carioca Léo Santos, vencedor da segunda temporada da edição brasileira do reality ‘The Ultimate Fighter’, tem pela frente o russo Roman Bogatov em confronto pela categoria peso-leve (até 70,3kg). O amapaense Raulian Paiva, contratado após a participação na primeira temporada do ‘Contender Series Brasil’, enfrenta Zhalgas Zhumagulov, do Cazaquistão, que faz a sua estreia no UFC. Na segunda luta da noite, as brasileiras Karol Rosa e Vanessa Melo se enfrentam pela categoria peso-galo (até 61,2kg).