Foram mais de quatro meses sem a tradicional música de abertura do “Globo Esporte”. A pandemia de coronavírus fez o mundo mudar e cancelou competições e eventos. Com isso, o noticiário esportivo passou a integrar os telejornais locais. Mas a partir de segunda-feira (03), o “Globo Esporte” está de volta, com novidades, em seu horário tradicional.
Em São Paulo, Felipe Andreoli adaptou o quadro “Churrasquinho do GE”. Por causa do isolamento social, o apresentador assa a carne em casa e conversar por vídeo com os convidados. Já no Rio de Janeiro, Alex Escobar mantém o “Cafezinho” remoto, como já vinha fazendo no ‘RJ1’. O retorno tem um bate-papo descontraído com os ex-jogadores Djair e Leandro Ávila.
Para esquentar o clima para o início do Campeonato Brasileiro, no próximo fim de semana, o repórter Eric Faria traz, por quatro dias, reportagens sobre os clubes cariocas e as projeções para o início da competição, com análises dos comentaristas do Esporte da Globo.  Já na capital paulista, na terça-feira (04), José Renato Ambrósio mostra como foram as primeiras semanas da bolha da NBA nos Estados Unidos. Os atletas estão isolados em um resort em Orlando, na Flórida, e saem de lá apenas para treinar e jogar. Centros de convenções foram adaptados e viraram ginásios. No dia seguinte está prevista a volta do quadro “Muricy Aleatório”, para projetar a final do Campeonato Paulista.
“Globo Esporte” está de volta no dia 03 de agosto, às 13h na Globo.