Continuando a parceria, a MUBI apresenta a quinta edição do “Direto de Locarno”. Como sempre, foram selecionados os melhores filmes da última edição do festival que ocorre anualmente na cidade de Locarno, na Suiça desde 1946. O principal prêmio é o Leopardo d’oro e é atribuído à categoria de Melhor Filme. Outros prémios incluem o Leopardo de Honra para a carreira dos realizadores e o Prix the Public UBS para a escolha do público.

Dirigido por Rúnar Rúnarsson, o islandês “Eco” (Echo) é um retrato da Islândia durante a época do Natal. Mas esqueça o Papai Noel, seus elfos e renas. Aqui, a atmosfera do país é representada em museus, uma sala de estar, um matadouro de galinhas, uma escola e uma fazenda abandonada. O longa estreia dia 05 de agosto.

A coprodução alemã e dinamarquesa “Giraffe” (05 de agosto) é um longa de ficção com fortes influências de documentários, que observa a construção de um túnel entre a Alemanha e a Dinamarca como pano de fundo de uma história de amor nada convencional. Dara, uma etnóloga, chega para documentar as casas marcadas para demolição. O jovem polonês, Lucek , e seus colegas preparam o futuro canteiro de obras. Käthe trabalha na balsa, movendo constantemente as pessoas e mercadorias de uma lado para o outro. Neste verão, longos dias se tornarão noites azuis e a vida dessas três pessoas se conecta.  

“The Three House”, um longa ensaístico único, criado na premissa de imagens filmadas no presente, mas observadas do futuro. A produção chega ao serviço no dia 13 de agosto.