A TV Brasil estreia a produção documental “Vale de Água e Fogo” que revela as intensas mudanças sazonais na região do Rio Luangwa, na Zâmbia, com edições semanais a partir desta sexta (14). Em três episódios de 50 minutos, a série explica as transformações desse rico ecossistema do continente africano.

A obra da emissora canadense Love Nature mostra como as fortes chuvas convertem o Vale do Rio Luangwa de um canal raso em uma majestosa via fluvial. No local, a grama cresce e os córregos se enchem com uma seleção abundante de criaturas que fornecem alimento para muitos animais. É nesse ambiente paradisíaco que diversas espécies típicas da fauna e flora se desenvolvem na África. Em imagens aéreas espetaculares e captações que registram a rotina dos animais, o seriado destaca que essas condições apresentam curta duração.

A série documental “Vale de Água e Fogo” acompanha os desafios que uma seca implacável e debilitante que dura a maior parte do ano. Esse período enfraquece toda a vida na região exceto a dos predadores que aproveitam as oportunidades dessa queda generalizada. A produção foi gravada em uma das áreas selvagens mais remotas do continente africano em várias épocas diferentes. A proposta é acompanhar as estações secas e quentes bem como as úmidas e frutíferas que transformam o pantanoso Vale do Rio Luangwa em um deserto semiárido.

“Vale de Água e Fogo” estreia dia 14 de agosto, às 20h30 na TV Brasil.