History estreia “Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina”, a competição mais quente das Américas. A terceira edição, totalmente produzida na América Latina, está mais desafiadora e completamente renovada, com novas provas, novo jurado – o paulista Ricardo Vilar – e até um novo apresentador, o ator argentino Michel Brown (Hernán: O Conquistador). E, pela primeira vez, quatro competidores brasileiros – entre eles, a primeira mulher cuteleira a competir na América Latina.

Além dos quatro brasileiros, “Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina” terá a participação de um argentino, um colombiano e dois mexicanos. E  além do novo apresentador, o carismático Michel Brown, os jurados também ganham reforços: o argentino Mariano Gugliotta terá a companhia do brasileiro Ricardo Vilar e de Doug Marcaida, o querido juiz da versão norte-americana da série.

Em oito episódios,  os participantes se enfrentarão em novas provas e tarefas mais complexas, para apresentar armas resistentes e afiadas. Somente o melhor poderá conquistar o título de melhor forjador da América Latina e levar o prêmio de dez mil dólares. As duas primeiras temporadas foram vencidas por brasileiros, os gaúchos Tom Silva (2018) e Daniel Jobim (2019). Será que o prêmio virá para o Brasil pela terceira vez?

Além de encarar as altas temperaturas das forjas para demonstrar suas habilidades, os competidores de “Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina” terão de trabalhar com ferramentas fornecidas pela produção e materiais inusitados, tornando a engenhosidade de cada um deles fator determinante nas provas. Entre as armas que serão produzidas na temporada, estão a faca de astronauta, a adaga tuareg, o punhal romano e a faca de anel celta.

Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina” estreia dia 13 de agosto, às 23h no canal History.