Olá, internautas

Uma notícia agitou os chavesmaníacos na última semana. Diante de um imbróglio jurídico entre a Televisa e familiares de Roberto Gómez Bolaños, Chaves e Chapolin não poderão ser mais exibidos no SBT.

Os personagens criados por Bolaños pertencem ao DNA da emissora de Silvio Santos. Diversas gerações de telespectadores acompanharam as peripécias de Chavinho e sua turma, além do Polegar Vermelho.

Na realidade, Chaves funcionava como um “remédio” para curar os baixos índices de audiência conquistados pelo canal. O SBT tornou-se “dependente televisivo” da série mexicana durante esses 36 anos. Por isso mesmo, como qualquer dependente, tentou sair do vício.

Nos últimos anos, Chapolin mal dava o ar de sua graça. Chaves, em doses homeopáticas, ocupava faixas periféricas, exceto justamente nesta última semana quando Silvio Santos teve que recorrer à série para ressuscitar a faixa vespertina.

Agora, sem o curinga, o SBT poderá entrar em severa abstinência. Chaves deixa vestígios na memória afetiva de milhões de brasileiros. Faz parte da história da televisão brasileira. Até breve.

Fabio Maksymczuk