Em um ano atípico para o calendário de eventos em todo o mundo, o 48º Festival de Cinema de Gramado terá uma edição não presencial, com a exibição de todos os filmes das mostras competitivas no Canal Brasil, de 18 a 24 de setembro.

No período, a programação do horário nobre do Canal Brasil será ocupada, a partir das 20h, com os filmes das mostras competitivas – Curtas Brasileiros, Longas Brasileiros e Longas Estrangeiros.  Na sexta (dia 25), o canal exibe a noite dedicada às homenagens e o filme de encerramento “Bye Bye Brasil, de Cacá Diegues, que este ano completa 40 anos.  A cerimônia de encerramento também será transmitida pelo canal, ao vivo, direto do Palácio dos Festivais, no sábado (dia 26), a partir das 21h. Confira a programação completa no site oficial do festival.

Entre os longas-metragens que terão exibição única no Canal Brasil são “Por que você não chora?” (18 de setembro, às 20h40), de Cibele Amaral, que aborda o delicado tema do suicídio, que tem no elenco nomes como Carolina Monte Rosa, Bárbara Paz, Cristiana Oliveira, Elisa Lucinda e Maria Paula; “Todos os mortos” (19 de setembro, às 20h30), de Caetano Gotardo e Marco Dutra, que se passa em 1899, onde as mulheres da família Soares tentam se agarrar ao que resta de seus privilégio; “Um Animal Amarelo” (20 de setembro, às 20h35), de Felipe Bragança, que segue um cineasta brasileiro falido, mergulha em uma jornada em busca de pistas sobre o passado violento de seu avô,.

Completam a Mostra Competitiva de Longas Brasileiros, o documentário “O Samba é Primo do Jazz” (21 de setembro, às 20h30), de Angela Zoé, que mostra a trajetória musical de Alcione Dias Nazareth, “Aos pedaços” (22 de setembro, às 20h35), de Ruy Guerra, com Emilio de Mello, Simone Spoladore, Christiana Ubach e Julio Adrião no elenco e conta a história de um homem que encontra um bilhete anunciando sua morte; o documentário “ Me chama que eu vou” (23 de setembro, às 20h35), de Joana Mariani, que conta a trajetória dos 50 anos de carreira de Sidney Magal e “King Kong em Asunción” (24 de setembro, às 20h35), de Camilo Cavalcante, que segue um velho matador de aluguel que parte para Asunción com o objetivo de conhecer sua filha.

A programação poderá ser assistida por toda a base de assinantes do Canal Brasil no linear ou, via simulcast, no Canal Brasil Play. Os filmes terão exibição única na TV e os curtas-metragens ficam disponíveis por 24h após a exibição no Canal Brasil Play. Os longas e os curtas-metragens gaúchos poderão ser assistidos no Canal Brasil Play.