Olá, internautas

Diante da pandemia do novo Coronavírus, a TV brasileira tem se sustentado, basicamente, com reprises. E uma delas chama a atenção do telespectador. Após o “Jornal Hoje” nas tardes dos sábados, a TV Globo resgatou a hilariante “Toma Lá Dá Cá”, seriado de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa com núcleo de Roberto Talma.

A série é uma comédia de costumes. Mostrava as peripécias dos personagens no condomínio Jambalaya Ocean Drive. A produção contextualizava com o crescimento da classe média no Brasil.

A emissora platinada, neste momento, exibe episódios da primeira temporada. Nesta fase, ganham amplo destaque Bozena, interpretada magistralmente por Alessandra Maestrini (lá em Pato Branco…), Copélia, vivida por Arlete Salles, e Dona Álvara, a síndica do condomínio, encarnada por Stela Miranda.

George Sauma ganhou sua primeira oportunidade, de fato, na televisão em “Toma Lá Dá Cá”. Ele interpreta o jovem Tatalo, filho de Mario Jorge (Miguel Falabella) e Rita (Marisa Orth). É um dos melhores nomes desta geração no humor.

A TV Globo exibe dois episódios por sábado. Porém, o último sempre é dilacerado para encaixar na grade de programação. Fica com cerca de 20 a 25 minutos de arte. O outro episódio ganha 40 minutos. Uma pena.

“Toma Lá Dá Cá” rende boas risadas neste momento que atravessamos. Um acerto.

Fabio Maksymczuk