Anderson Silva, um dos maiores nomes da história do esporte mundial, sobe pela última vez no octógono mais famoso do mundo. Será o capítulo final dos 23 anos de uma carreira de vitórias e recordes. Sua despedida acontece em mais uma delas, diante do americano Uriah Hall, em Las Vegas (EUA), com transmissão ao vivo do Combate, neste sábado, dia 31, a partir das 16h30.

O brasileiro estreou no UFC em 2006 e, no mesmo ano, conquistou o cinturão da categoria peso-médio (até 83,9kg), título que foi seu por exatos 2.457 dias. ‘Spider’ é também o recordista no número de vitórias consecutivas (16) e o que mais vezes esteve em lutas principais do UFC, com 19 aparições.

Na sexta-feira, véspera da luta, às 19h30, a carreira de Anderson Silva é um dos assuntos do ‘Giro Combate’, que também recebe o brasileiro Glover Teixeira, terceiro do ranking dos meio-pesados. No sábado, às 16h30, Luiz Felipe Prota comanda a transmissão do card preliminar e o ‘Aquecimento Combate’, que terá a participação da repórter Evelyn Rodrigues, direto de Las Vegas. Durante a transmissão do evento, o Combate presta mais uma homenagem ao personagem da noite: narradores como Everaldo Marques, Luis Roberto e Cléber Machado relembram momentos marcantes da carreira de Anderson Silva.

O card principal tem a narração de Rhoodes Lima e comentários de Luciano Andrade. “Além de ter sido um dos melhores lutadores de MMA de todos os tempos, Anderson é sem dúvida o mais genial e o grande responsável pela popularização do esporte no Brasil. Aliou um estilo de luta criativo e empolgante, com muito carisma e simpatia. Anderson fez o MMA chegar a um patamar que pouca gente imaginava aqui no Brasil”, diz Luciano Andrade. O SporTV3 e o Combate.com também exibem as duas primeiras lutas do card.