O futebol argentino volta a correr na sexta-feira, dia 30 de outubro, com a “Copa Liga Profesional 2020“. Enquanto a bola não corre em campo, nos bastidores a competição já está fervendo.

Segundo o site especializado Dobre Amarilla (e depois confirmado por outro veículos argentinos), os 24 times que participarão  da competição decidiram romper o contrato de transmissões e acusar a ESPN e FOX Sports de descumprir gravemente suas obrigações.

O site NexTV News divulgou que após uma reunião com os dirigentes do futebol argentino foi votado pela rescisão do contrato com a FOX Sports. O canal tinha os direitos de transmitir 50% das partidas.

O conflito teria começado com a aquisição da FOX Sports pelo grupo Disney. Contratualmente, os donos do FOX Sports deveriam comunicar os dirigentes do futebol argentino num prazo máximo de 30 dias qualquer mudança na empresa, o que não teria ocorrido.

Para complicar tudo, a Secretaria de Comercio Interior ainda não chegou a uma decisão sobre a fusão entre os grupos Disney (ESPN) e FOX (FOX Sports) na Argentina. E a Comisión Nacional de defensa de la Competencia (CNDC) já recomendou a não aprovação devido a possibilidade de acarretar em monopólio.

Concorrente direto, o canal TNT Sports possui o direito de transmitir os outros 50% das partidas. Com o rompimento, o canal é visto como possível interessado em exibir os confrontos que tinham exclusividade pelo FOX Sports.