Um dos maiores projetos musicais dos últimos tempos, “Tardezinha” vira série no Globoplay. Após conquistar quase um milhão de pessoas ao longo de quatro anos e meio circulando o país, em 162 edições por 22 estados, a “Tardezinha”, idealizada por Thiaguinho e Rafael Zulu, estreia como série original da plataforma nesta quinta-feira (15).

Ao longo de quatro episódios, a série documental, dirigida por Benedita Zerbini e João Pedro Januário, da Pindorama Filmes e por LP Simonetti, desvenda como surgiu o projeto, os desafios e alegrias desta jornada. Além disso, conta com depoimentos de profissionais e amigos que marcaram essa trajetória, como Alexandre Pires, Belo, Rodriguinho, Thiago Martins, Ferrugem, Péricles, Di Ferrero, IZA, Ludmilla, Tiago Abravanel, entre outros. O show de encerramento no Maracanã, com ingressos esgotados e mais de 40 mil pessoas presentes, e imagens de outras apresentações também compõem o material.

A Tardezinha promoveu grandes encontros entre Thiaguinho e diversos nomes da música brasileira em shows com clássicos do samba e do pagode da década de 90 e dos anos 2000. Entre as músicas que marcaram uma geração e fizeram o público do Maracanã cantar em uníssono por seis horas estão “Cheia de Manias”, “Depois do Prazer”, ‘Que se chama Amor’, “Domingo”, “Telegrama”, “Marrom Bombom”, ‘Temporal’ e muitas outras

“Tardezinha” estreia dia 15 de outubro no Globoplay. Na mesma data, a Som Livre lança o álbum “Tardezinha no Maraca”, com 20 faixas, nas principais plataformas de música. E, no dia 30 deste mês, estas mesmas faixas gravadas no show histórico realizado no estádio do Maracanã estarão disponíveis, exclusivamente no Globoplay.