O "Profissão Repórter" dessa terça-feira, dia 29 de maio, traz como tema o abuso sexual infantil. No Brasil, depois do abandono, esse é o crime mais comum contra crianças.

- Publicidade -

Em Porto Alegre, os repórteres Victor Ferreira e Valéria Almeida conversaram com José Antônio Daltoé, o juiz que desenvolveu um sistema de áudio e vídeo que transmite os depoimentos das crianças para a sala de audiência a fim de evitar que a vítima encontre com o acusado. No Rio de Janeiro, Caco Barcellos mostra a história de Isabelle Crisóstomo, que na infância sofreu abusos do ex-padrasto e só revelou depois de muito tempo. Atualmente, o abusador está foragido. A jornalista Gabriela Lian acompanha ainda a nadadora olímpica Joanna Maranhão, que após declarar que foi vítima de agressões sexuais na infância, teve uma lei aprovada com seu nome para a prorrogação do prazo de denuncia de abusos na Justiça. A atleta conta sobre sua vida e as consequências desse seu trauma.

O "Profissão Repórter" vai ao ar às terças-feiras, logo após "Louco Por Elas".

- Publicidade -