A noite desta quarta-feira, dia 24 de fevereiro, está agitada dentro da casa do Big Brother Brasil 16. A advogada Adélia, por volta das 23h, anunciou: "Eu preciso avisar a alguém da produção que eu quero ir embora". Logo após isto, a negra entrou no confessionário e pediu para sair.

Adélia já havia avisado aos amigos de confinamento o desejo de deixar o reality show. O pedido teria vindo após presenciar para uma discussão entre Ana Paula e Renan. A advogada teria dito que a loira sobrevivente do último paredão seria louca e totalmente transtornada.

Minutos após, Adélia voltou para a casa. A conversa dentro do confessionário não foi revelada, mas tudo indica que foi breve e clara o suficiente para convencer a advogada a não desistir do programa.

O primeiro a sentir falta e se desesperar com a possibilidade da saída da amiga foi Renan. O "brother" saiu pela casa procurando Adélia, com preocupação.

Após retornar para a casa, Adélia foi consolada e amparada pelos amigos mais próximos.

Em determinado momento, "Cacau" teria comparado Ana Paula (que supostamente seria o motivo do pedido de saída) à personagem Carminha de "Avenida Brasil": "vilã carismática, tipo Carminha, o povo gosta".

A vilã carismática também entrou em cena e foi "consolar" Adélia no quarto. Pelo jeito as confusões só estão começando.