Vcfaz.tv
Agora na TV Sob Suspeita
11:30 - 13:45
Como eu Conheci sua Mãe
12:35 - 13:00
As Loucas Aventuras de Ja...
11:40 - 13:25
revista eletronica  
    Você está: Entrevista   
 

Exclusivo
VCFAZ.TV conversa com Antônio Ricardo e Ricardo Bocão, os criadores do Woohoo
robertoscalon - 30 Abr 2016 - 0:50


  Ricardo Bocão e Antônio Ricardo, os criadores do Woohoo (Divulgação/Woohoo)
Foi em um encontro casual nas ondas do Arpoador, no fim da década de 1970 no Rio de Janeiro, que as trajetórias do empreendedor visionário, Antônio Ricardo, e de um dos precursores do surfe no Brasil, Ricardo Bocão, se cruzaram – e a parceria da dupla nunca mais se desfez. Ao longo das últimas três décadas, os dois se notabilizaram pela quantidade, aliada a qualidade, na produção independente para a televisão, sempre de olho no público jovem.

A parceria começou com o programa "Realce" em 1983, produzido em um cenário onde ouvir rock e andar de skate causavam estranheza. Neste cenário, a dupla criou o programa independente que foi ao ar pela Rede Record e trazia para a TV, um universo até então marginalizado pelos grandes meios de comunicação. A pauta do "Realce" era composta por muito surfe e diversas modalidades dos esportes de ação, somados a música e comportamento jovem.

Antonio e Bocão seguiram produzindo conteúdo como o "Vibração", uma atração diária e a revista eletrônica "Ombak" exibido na MTV Brasil no inicio dos anos 90, que foi embrião do "MTV Sports". Em 1994, a dupla foi contratada pelo SporTV, onde produziram dezenas de atrações para a faixa de programação "Zona de Impacto" como "RIP", "WQS" e "Extra" e o talk show "Cala Boca, Bocão". Em 2006, passaram a dedicar ao maior sonho de suas vidas: o canal Woohoo. Em maio deste ano, o canal focado em cultura jovem e esportes de ação, completa dez anos de existência e celebra penetração que ultrapassa treze milhões de residências em todo o país. O VCFAZ.TV teve uma conversa exclusiva com a dupla Antônio Ricardo e Ricardo Bocão, os criadores do Woohoo.


***


  Antônio Ricardo e Ricardo Bocão nos tempos do programa "Realce" (Divulgação/Woohoo)
VCFAZ.TV: O canal Woohoo completa 10 anos, mas a parceria de vocês e o interesse de documentar esportes radicais começou há mais de 30 anos. Durante esse período, a tecnologia mudou, o perfil dos jovens mudou, novos esportes/modalidades surgiram... Quais as evoluções que vocês consideram as mais significativas?

Antônio Ricardo: A revolução digital foi a maior mudança. Como canal de TV, ficou tudo mais fácil: enviar e receber material, transmitir ao vivo, ter acesso às informações e divulgar com mais velocidade. Contar com as redes sociais para promover e interagir também ajuda bastante. Os esportes radicais evoluíram bastante, principalmente o surfe, que virou quase esporte nacional. As novas modalidades surgem, às vezes não se consolidam, mas são sempre bem-vindas e ajudam a dar dinamismo à categoria esportes radicais/de ação.

Ricardo Bocão: A revolução digital também trouxe muito mais qualidade para a tela da TV e da Internet. Quando começamos a primeira cobertura do Circuito Mundial de Surfe em todo o mundo, no ano de 1986 (o programa Realce já estava há 3 anos semanalmente no ar, na TV aberta), usamos uma câmera de vídeo “alternativa” Super VHS (com uma lente teleobjetiva forte) que tinha 480 linhas de definição, numa época em que as câmeras de “broadcast” eram as U-Matic e de 1 polegada. Depois vieram – alternando entre “câmeras alternativas” e de “broadcast” – o “Hi-8”, a “Mini-DV”, a “DV-CAM”, a “Beta-Cam”, a Câmera de “disco-ótico”… até chegar nas câmeras Full HD, câmeras que gravam em alta definição em super slow, qualidade 4K, câmeras de alta definição acopladas em “drones”… Uma revolução inacreditável que proporciona hoje em dia ao assinante da TV paga uma alta qualidade de imagem e uma variedade de ângulos e situações que nem mesmo os mais visionários dos anos 80 poderiam imaginar. Para nós, que vivemos na prática toda essa mudança, produzindo conteúdo audiovisual ininterruptamente durante 33 anos, foi uma verdadeira viagem no tempo.

VCFAZ.TV: Vocês trabalharam durante anos no SporTV, criando e apresentando programas para faixa "Zona de Impacto". Romper com o canal para dedicarem a um projeto próprio, no caso o canal Woohoo, foi um processo muito difícil?

Antônio Ricardo: Eu tenho muito orgulho de ter trabalhado no SporTV durante 11 anos. Fizemos produções incríveis em parceria com profissionais excelentes. Até tentamos desenvolver o Woohoo na Globosat. Mas foi uma ordem natural de crescimento, não chegou a ser difícil por isso. Era o momento de crescer e ter o nosso próprio canal significava um virada. Já tínhamos arquivo e know how para um passo maior e ele foi dado no tempo certo.

Ricardo Bocão: Não foi difícil, pois saímos do SporTV/Globosat, depois de 12 anos de relação, com a sensação de extremo equilíbrio entre o que foi dado e o que foi recebido. E isso é um dos principais legados que você pode ter depois de uma relação profissional longa, vindo de uma empresa com profissionais de altíssimo nível e o status de mais importante programadora da América Latina. Tivemos muito apoio e aprendemos bastante com o Alberto Pecegueiro, Guilherme Zattar e os principais profissionais do SporTV. Em contrapartida, entregamos mais de 3.000 programas dos mais diferentes formatos e totalmente adequados à faixa Zona de Impacto, uma grande aposta do canal naqueles anos 90.

VCFAZ.TV: O primeiro projeto comandado por vocês foi o programa "Realce", que foi referência para os jovens na década de 80. Recentemente, os programas foram reeditados em uma série de documentários para o canal Woohoo. Como foi rever os programas e reeditá-los de forma para gerar algum interesse para um público jovem atual, cada vez mais conectado?

Antônio Ricardo: Foi emocionante! O curioso foi que quando eu revi alguns programas, lembrei exatamente daquele dia (da gravação), até do que eu fiz depois de gravar! Nós fizemos uma associação aos anos 80, com referências que levassem aos segmentos, e isso gerou um interesse duplo. Eu fiquei impressionado com o feedback dos jovens em relação ao Realce no Woohoo, muitos acham o melhor programa do canal e perguntam se vamos exibir de novo.

Ricardo Bocão: Para mim foi uma viagem “dupla” de prazer e satisfação. Dirigi a reedição, que poderia também ser chamada de “compactação”, e o primeiro prazer foi trabalhar em vários episódios que eu nunca tinha visto prontos/finalizados na época e em vários outros que eu simplesmente não lembrava de nada. O segundo prazer foi constatar quão bom os episódios iam ficando, mesmo para os dias de hoje, quando eliminávamos uma ou outra matéria, compactávamos adequadamente outras, incluíamos alguns poucos e rápidos elementos, como depoimentos atuais de pessoas importantes que viveram aquela época, pequenas contextualizações através de textos no vídeo que explicavam ou lembravam a importância de algumas passagens do programa e até os benefícios da tecnologia atual – investimos em uma máquina que melhorou o vídeo e o áudio dos programas em até 40%! Para o jovem atual, que de bobo não tem nada, em termos de conteúdo audiovisual, enxugar um programa com uma hora e meia de duração, que foi vanguarda há 30 anos, para um programa de meia hora, com as interferências descritas acima, resultou num programa interessante sob o ponto de vista histórico e diferenciado de quase tudo que é exibido nos outros canais.

  Equipe no programa "Cravando a Borda" (Reprodução/Woohoo)
VCFAZ.TV: Como vocês analisam o momento atual do Woohoo? As ideias iniciais foram concretizadas?

Antônio Ricardo: Estamos no melhor momento, desde da virada feita em agosto de 2014, quando mudamos o logo, on air look, passamos a produzir tudo em HD e implementamos um alto padrão de qualidade. O Woohoo está bem legal. Mas é lógico que pode ficar ainda melhor e estamos trabalhando sem parar buscando sempre crescer.

Ricardo Bocão: Como o Antônio falou acima, estamos mesmo no melhor momento do canal e do nosso ambiente digital (Site, Facebook, Instagram, etc), sob todos os aspectos que você quiser olhar e usar como referência. Além do que ele já falou acima, objetos da nossa maior preocupação – mudar para muito melhor a "percepção de qualidade" que as pessoas tinham do canal – estamos avançando bastante em conteúdos diferenciados ligados aos eventos e acontecimentos do meio jovem e adulto-jovem (12 a 45 anos), com a ótica principal da velocidade na exibição do conteúdo captado, “apostando corrida” com a Internet. Para enfatizar esse aspecto, poderíamos dizer que uma parte da equipe se preocupa com a criatividade e a sofisticação de alguns conteúdos da programação e outra parte considera a Internet o nosso principal concorrente e não os outros canais. E, nesse aspecto, ainda vamos avançar mais, pois escolhemos esse mês de maio, mês do aniversário de 10 anos do canal, para estrear o Cravando a Borda “ao vivo”, o primeiro de uma série de conteúdos “ao vivo” que farão parte da programação no segundo semestre desse ano. A respeito da pergunta se “nossas ideias iniciais foram concretizadas”, tínhamos praticamente apenas uma ideia fixa desde que recebemos o OK do investidor: lançar o canal e fazer a transição do financiamento do investimento pelo financiamento da receita gerada pelo próprio canal. Lançamos o Woohoo em 2006, atingimos o equilíbrio financeiro em 2010 e aí sim, começamos a ter ideias e objetivos dos mais variados em cima da programação, do marketing e da comunicação do canal, além das plataformas digitais complementares ao canal.

VCFAZ.TV: O que esperar do canal Woohoo para os próximos anos? Quais as estratégias de programação e o perfil que pretendem adotar em um futuro próximo?

Antônio Ricardo: Uma parte do canal vai ficar bem focada no jornalismo, incluindo transmissões ao vivo, evoluir na variedade, com novos programas de culinária saudáveis e séries.

Ricardo Bocão: Como o Antônio disse, vamos focar em exibir os esportes de ação e os conteúdos voltados ao universo jovem em tempo quase real e ao vivo. Isso será um grande desafio, mas temos certeza que essa estratégia de programação, associada a uma maior abrangência de categorias de programas – como os de culinária saudável, da nova música brasileira, viagens a pequenas cidades especiais ou a bairros diferenciados de grandes cidades – complementada com a constante renovação de séries especiais e nossos programas de linha, aumentará consideravelmente a relevância do canal perante os assinantes, operadores e ao mercado publicitário.

Saiba mais:
Canal Woohoo celebra 10 anos com programação especial



Facebook
Twitter
Telegram Receba nossas notícias no celular: telegram.me/vcfaztv (beta)




Comente esta notícias Comente!

Fique à vontade para comentar este artigo em nosso fórum.
Este artigo possui 3 comentário(s).
Leia os comentário(s)









VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Mundosat
E shop Satelite
Agenda
Novelas

Compare no BuscapÉ


vcfaz.tv
RSS RSS Facebook Twitter Youtube
Na Televisão
Últimas Notícias
Novelas
Guia de TV

Programa Avesso

Colunas
Agenda de estreias
Entrevista
FabioTV
No Controle
Top Músicas

Fóruns de Debate
TV
  ├ On Demand
  ├ NET Claro
  ├ Oi
  ├ SKY
  └ Vivo
Satélite
  ├ Equipamentos
  └ Feeds
Papo Aberto
  ├ Esportes
  ├ Promoções
  ├ Política
  └ Tech
Sobre o vcfaz.tv
Fale Conosco
Parcerias
Regras de Participação
Ajuda
Newsletter
Receba diariamente as notícias em seu email.

Email:

Delivered by FeedBurner

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group