O gordo e o magro mais famosos da França estão de volta. E, desta vez, numa aventura ecológica. Asterix e Obelix querem proteger a floresta e o modo de vida simples da aldeia dos planos ambiciosos do imperador romano Julio Cesar no novo filme “Asterix e o Domínio dos Deuses”, que chega dia 7 de abril aos cinemas do Brasil, nas telonas em 13 cidades e em mais de 30 salas, com distribuição da Bonfilm. Depois de uma rápida passagem durante a última edição do Festival Varillux de Cinema Francês, o filme de animação é a primeira adaptação em 3D da mais famosa HQ francesa. Produzido em 2014, o longa-metragem levou cerca de três milhões de franceses aos cinemas.

O novo longa mostra o personagem mais famoso das histórias em quadrinhos da França enfrentando o imponente Júlio César. O imperador romano decide mudar sua tática de guerra e instalar um novo condomínio de luxo ao redor da aldeia gaulesa e, enquanto Asterix e Obelix veem com desconfiança essa nova construção, que ameaça o estilo de vida simples e a preservação da natureza, os gauleses parecem cada vez mais aceitar a dominação romana.

A instalação do “Templo dos Deuses” nos arredores da pequena aldeia faz com que Asterix e Obelix precisem tomar uma solução que impeça o crescimento do império de Júlio Cesar e seja prejudicial ao meio ambiente. Encantados pela riqueza do novo condomínio, os gauleses não percebem a tentativa dos romanos de conquistarem a aldeia, e lentamente vão se acostumando ao estilo de vida ganancioso deles.