Gêmeos sempre fascinaram a ciência. Indivíduos com DNAs idênticos expressam características semelhantes: traços físicos, mentais, emocionais. Podem ter os mesmos gostos e as mesmas aptidões. Mas eles também carregam diferenças no corpo, no comportamento, na maneira de pensar e na personalidade. O documentário inédito The Secret Life of Twins, que vai ao ar no canal BBC Earth na próxima quarta-feira, 11 de novembro, à meia-noite, mostra casos curiosos e impressionantes que provam a complexidade das diferenças e semelhanças entre gêmeos. O programa será reexibido na quinta-feira, dia 12, ao meio-dia e às 18h.

A produção parte de alguns pressupostos científicos e mostra exemplos reais para prová-los. Entre eles, o de que parte da nossa inteligência vem no nosso DNA. As irmãs Millie e Daisy são grande prova disso. Elas gostam das mesmas matérias e têm notas praticamente iguais nos estudos.

A linguagem corporal também é algo comum. O documentário mostra que isso acontece porque eles crescem juntos, estão geralmente perto um do outro e acabam adquirindo as mesmas formas de se expressar. Mas as semelhanças podem aparecer mesmo quando os gêmeos crescem longe um do outro. É o caso de Anais e Samantha. Nascidas na Coreia do Sul, elas viveram apenas nove meses na mesma casa. Depois, foram adotadas: uma delas passou a morar nos Estados Unidos e a outra na França. Elas conheceram-se apenas aos 26 anos e descobriram, por exemplo, que possuem os mesmos gostos alimentares. “Nós detestamos cenoura cozida e pimenta, temos muito em comum”, diz Anais.