O caso de uma garota de 16 anos que foi estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro chocou o país. O "Caminhos da Reportagem" desta quinta (9), às 22h, na TV Brasil, explica como o machismo e a cultura do estupro estão enraizadas na sociedade brasileira e o que tem sido feito para mudar essa realidade. A equipe do programa mostra o caso da menor de 16 anos e como o atendimento às vítimas de violência sexual é feito no país.

- Publicidade -

A equipe da atração jornalística da emissora pública também ouviu o depoimento de uma estudante de Medicina, que foi estuprada na USP há 5 anos – o que mostra que a violência sexual não está ligada a classes, nível educacional ou social, pode ocorrer em qualquer ambiente. A jovem Gabriela Moura, do coletivo Não Me Khalo, fala sobre a campanha #MeuAmigoSecreto em que mulheres denunciam atitudes machistas na internet.

O programa ainda relembra o caso de Maria Clara que foi estuprada e morta por um jardineiro – que meses antes havia estuprado uma outra garota, Geane Barbosa, em Brasília, que denunciou a localização do agressor, mas nada foi feito. A matéria especial da TV Brasil traz uma entrevista com a diretora do filme “A Filha da Índia”, a britânica Leslee Udwin, que contou a história de uma indiana estuprada por 6 homens.

"Caminhos da Reportagem" vai ao ar no dia 09 de junho, às 22h, na TV Brasil.

- Publicidade -