Inédito na TV brasileira, "Gebo e a Sombra", o último longa-metragem de Manoel de Oliveira estreia no Canal Brasil. A produção franco-portuguesa é inspirada na peça teatral homônima de Raul Brandão, compatriota do diretor. Ambientado em 1920, esse tratado sobre honestidade e cobiça tem no elenco Michael Lonsdale, Claudia Cardinale, Ricardo Trêpa, Leonor Silveira e Jeanne Moreau.

A história gira em torno de Gebo, um veterano cobrador que esconde de sua mulher, Doroteia, que está sendo vítima da ganância de seu filho, João. Ao esconder roubos cometidos pelo filho, Gebo acaba na cadeia, onde é convencido de que a honestidade e a ética são vistos como valores relativos no mundo de hoje.

Manoel de Oliveira optou por manter a fidelidade tanto ao texto quanto à estética teatral da obra. O filme apresenta longos planos fixos, poucos enquadramentos e cenário único, concedendo total protagonismo aos atores. A escolha do diretor permite interpretações profundas, e cada silêncio nos diálogos é preenchido por um debate não apenas entre gerações, mas sobre relações familiares, transmissão de valores, honestidade, cobiça, verdades e mentiras.

"Gebo e a Sombra" estreia dia 04 de agosto, às 0h15 no Canal Brasil.