[creditos:5ff024db94]
Cena do documentário "82 minutos" (Divulgação/Canal Brasil)[/creditos:5ff024db94]
Escola de samba campeã do Carnaval 2017 do Rio de Janeiro depois de 33 anos, a Portela é tema de duas produções que o Canal Brasil exibe neste sábado (04), o documentário “Paulinho da Viola – Meu Tempo É Hoje”, de 2003, e o longa “82 Minutos” de Nelson Hoineff, de 2015.

“Paulinho da Viola – Meu Tempo É Hoje” é destaque às 12h, documentário que traça um perfil da vida e obra do sambista. Herdeiro de Cartola, Candeia e Nelson Cavaquinho, Paulinho da Viola mostra que ainda busca a renovação – sem deixar de lado seus princípios e valores estéticos. No registro, o retratado relaciona mestres e influências além de revelar sua rotina discreta e muito peculiar. O público confere depoimentos de Marina Lima, Zeca Pagodinho, Marisa Monte, Elton Medeiros, Luciana Rabello, Hermínio Bello de Carvalho, Nelson Sargento, Walter Alfaiate, David do Pandeiro, Jair do Cavaquinho, Guaracy, Monarco e Ronaldo do Bandolim, dentre outros.

Em “82 Minutos” (às 13h30), o cineasta desvenda o que há por trás da construção dos desfiles da Marquês de Sapucaí. Com imagens dos bastidores da Portela, que vão desde a escolha do samba-enredo até a apuração dos votos, a fita lança um foco inédito sob esse fenômeno que atrai os olhares do mundo inteiro, todos os anos. Coproduzida pelo Canal Brasil, a produção documenta os momentos cruciais e decisivos da preparação das escolas de samba.

Especial Portela vai ao ar no dia 04 de março, a partir do meio-dia no Canal Brasil.