Boca Juniors' Nicolas Colazo, left, fights for the ball with River Plate's Teofilo Gutierrez during an Argentine league soccer match in Buenos Aires, Argentina, Sunday, Oct. 5, 2014. The match ended 1-1. (AP Photo/Natacha Pisarenko)

O futebol argentino volta a correr na sexta-feira, dia 30 de outubro, com a “Copa Liga Profesional 2020“. Enquanto a bola não corre em campo, nos bastidores a competição já está fervendo.

- Publicidade -

Segundo o site especializado Dobre Amarilla (e depois confirmado por outro veículos argentinos), os 24 times que participarão  da competição decidiram romper o contrato de transmissões e acusar a ESPN e FOX Sports de descumprir gravemente suas obrigações.

O site NexTV News divulgou que após uma reunião com os dirigentes do futebol argentino foi votado pela rescisão do contrato com a FOX Sports. O canal tinha os direitos de transmitir 50% das partidas.

O conflito teria começado com a aquisição da FOX Sports pelo grupo Disney. Contratualmente, os donos do FOX Sports deveriam comunicar os dirigentes do futebol argentino num prazo máximo de 30 dias qualquer mudança na empresa, o que não teria ocorrido.

Para complicar tudo, a Secretaria de Comercio Interior ainda não chegou a uma decisão sobre a fusão entre os grupos Disney (ESPN) e FOX (FOX Sports) na Argentina. E a Comisión Nacional de defensa de la Competencia (CNDC) já recomendou a não aprovação devido a possibilidade de acarretar em monopólio.

Concorrente direto, o canal TNT Sports possui o direito de transmitir os outros 50% das partidas. Com o rompimento, o canal é visto como possível interessado em exibir os confrontos que tinham exclusividade pelo FOX Sports.

- Publicidade -