Certa vez, Robert Capa, lendário fotógrafo que retratou uma infinidade de conflitos, deu o seguinte recado em tom de desafio: “Se suas fotografias não ficaram boas, foi porque você não se aproximou suficientemente”.

O norte-americano James Nachtwey sempre se aproximou. Nascido em 1948, cobriu, por 20 anos, boa parte das tensões bélicas da segunda metade do século XX. Fotógrafo de Guerra, documentário que a TV Cultura exibe na próxima quarta (19/1) às 23h45, é uma imersão na forma como Nachtwey conduz, pensa e põe em prática seu trabalho.

Para dar volume ao vídeo, indicado ao Oscar de Melhor Documentário em 2002, o diretor Christian Frei passou dois anos seguindo os passos do protagonista, filmando valas comuns em Kosovo, tumultos de rua na Indonésia e batalhas campais na Cisjordânia.