id Os grandes centros urbanos sempre foram associados à violência. Mas, quando crimes brutais ameaçam vizinhanças conhecidas como redutos de tranquilidade, a lógica e a polícia são desafiadas. O Investigação Discovery começa a exibir duas séries que reconstituem histórias de assassinatos que perturbaram a população de locais pacatos: "Crimes da Escuridão" e "Matadores Frios".


Cena de "Matadores Frios"
Divulgação/Investigação Discovery

No momento em que a violência atinge uma população desacostumada com esse tipo de situação, todos viram suspeitos e o pânico de que o assassino possa estar à solta, vivendo na casa ao lado, se alastra. Esse clima de tensão e da busca por culpados em meio a fisionomias conhecidas é o principal elemento dramático de "Crimes da Escuridão". O primeiro episódio da série revisita história de um duplo homicídio que trouxe a tragédia para uma cidade com setenta habitantes. Webster Plantation, zona rural do Estados Unidos, perto da fronteira com o Canadá: dois corpos encontrados no chão da cozinha – são de Valerie e Mike Miller, casados desde o ensino médio, moradores antigos e muito queridos por toda a comunidade. O que motivaria um crime como este em uma cidade que sequer aparece nos mapas? A reviravolta no caso acontece quando uma mulher misteriosa surge como suspeita e o polígrafo (detector de mentiras) começa a ser utilizado nos interrogatórios.

Logo em seguida, vai ao ar "Matadores Frios" utiliza depoimentos de familiares das vítimas, de investigadores envolvidos nos casos, e dos próprios assassinos para contar histórias de crimes ocorridos em locais remotos, conhecidos por sua natureza exuberante. O primeiro episódio reconstitui a procura por um assassino em séries que agia no Alasca, na década de 1980 – o ambiente inóspito, os perigos da vida selvagem e a tradição na caça fizeram da paisagem gelada o cenário perfeito para o criminoso escolher, abater e se livrar dos corpos de suas vítimas.

As duas séries estreiam dia 09 de abril, "Crimes da Escuridão", às 20h e "Matadores Frios", às 21h no Investigação Discovery.