O mundo inteiro conhece Steven Avery e o que aconteceu com ele entre 1985 e 2007, período que está em foco em “Making a Murderer”. A série originou debates intensos sobre o sistema de justiça, fez surgirem teorias da conspiração e motivou o aparecimento de relatos controversos e até então desconhecidos.

- Publicidade -

O Investigação Discovery revisita o julgamento mais discutido dos últimos tempos e elucida novos fatos sobre o caso, com a exibição do documentário "Steven Avery: Culpado ou Inocente?" . Com uma hora de duração, o especial recapitula os pontos polêmicos do processo e ouve, hoje, figuras centrais que em 2007 trabalharam na defesa e acusação de Avery: o advogado Jerry Buting e o então promotor Ken Kratz.

Passados nove anos do julgamento, o especial contrapõem as versões atuais sustentadas por defesa e promotoria que atuaram à época, e apresenta fatos ocorridos desde o lançamento da série. Assuntos polêmicos como manipulação do júri, evidências que teriam sido plantadas e os papeis da imprensa e da opinião pública em um caso de grande repercussão são abordados pela produção.

No início deste ano, um dos membros do júri teria relatado que sofreu pressão durante as deliberações para votar pela condenação do réu. Desde de janeiro, Steven é defendido por Kathleen Zellner – a advogada criminalista tem no currículo 17 casos de inocência provadas após condenações.

"Steven Avery: Culpado ou Inocente?" estreia dia 20 de março, às 21h30 no Investigação Discovery.

- Publicidade -