A transmissão da ESPN, na última terça-feira dia 1º de julho, da partida dos EUA contra a Bélgica, na Copa do Mundo obteve uma média recorde de 9,6 pontos durante a noite, tornando-a mais alta audiência noturna para uma partida da Copa do Mundo na ESPN ou ESPN2, segundo a Nielsen . A cobertura televisiva da ESPN atingiu o pico das 17:45 às 18:00 (horário nos Estados Unidos), com uma audiência de 14,1, enquanto o WatchESPN atingiu um pico de 1,5 milhão de espectadores simultâneos nos Estados Unidos.

A cobertura da ESPN registrou um aumento de cinco por cento em comparação à transmissão em um sábado à tarde do jogo entre Estados Unidos e Gana nas oitavas de finais da Copa do Mundo de 2010 (uma audiência de 9,1 na ABC). Com a inclusão da ABC, a transmissão de terça-feira fica atrás da final de 1994 e do jogo das oitavas de finais entre EUA e Brasil, como a maior audiência de mercado medida.

Os 10 principais mercados medidos: Nova Iorque (15,0), Hartford / New Haven (13,2), Washington, DC, (12,8), Richmond (12,3), Boston (12,2), West Palm Beach (12,0), Baltimore (11,4) , Cincinnati (11,4), San Diego (11,0), Columbus (10,8), Norfolk (10,8) e Orlando (10,8). Até o momento, os mercados de maior audiência na ESPN, ESPN2 e ABC são: Washington DC (4,5), Nova Iorque (4,2), San Francisco (3,9), Los Angeles (3.6), San Diego (3.5), Orlando (3.5) , Hartford / New Haven (3.5), Miami / Fort Lauderdale (3,4), West Palm Beach (3.4), Richmond (3.3) e Boston (3.3).

Os números referentes à audiência no Brasil não foram divulgados.