[creditos:8d04960aeb]
Fernando Ceylão apresenta "PDV" (Divulgação/Canal Brasil)[/creditos:8d04960aeb]
Em linguagem cinematográfica, PDV significa ponto de vista, que é a tal da câmera subjetiva. Segundo o “vocabulário do roteirista”, de Jorge Machado, é a câmera que funciona como se fosse o olhar do ator. A câmera, por sua vez, é tratada como participante da ação, da própria cena em si. É daí que vem a nova série de Fernando Ceylão, batizada com o termo “PDV”, que estreia nesta sexta (07) no Canal Brasil.

Muitas séries acompanham o cotidiano de um comediante e as situações pelas quais ele passa para coletar material para suas piadas. É comum ver o personagem em situações mundanas, assistindo televisão em casa, jantando com amigos, andando pelas ruas e encarando encontros amorosos repletos de ocasiões divertidas. Mas aqui Ceylão não está frente à câmera em nenhum momento, e cada enquadramento é exatamente a sua perspectiva sobre a situação que está enfrentando.

Como o público está dentro do personagem, é possível acompanhar sua linha de pensamento e todos os devaneios da sua cabeça em cada instante da sua vida. Nervosa, a câmera passeia exatamente como os olhos de uma pessoa. Caminhando cronologicamente, cada episódio mostra um dia do comediante em diversos aspectos, como relacionamentos amorosos, violência e família, entre outros.

“PDV” estreia dia 07 de abril, às 20h45 no Canal Brasil.