Olá, internautas

O SBT continua e enfrentar turbulência em sua programação vespertina. Nesta semana, o intrépido “Fofocalizando” retornou ao ar. Na realidade, é uma mutação do “Triturando”, já que a equipe da “antiga” atração permanece a mesma.

Os velhos entraves permanecem. VTs longuíssimos. Matérias arrastadas. O programa não transmite o aconchego de um bate-papo com “café e pão de queijo” para o telespectador. Resultado: índices de audiência modestos dentro do padrão da emissora. Chegou a registrar três pontos de média.

Para fazer frente ao concorrente “A Tarde É Sua”, que alcançou a vice-liderança nesta semana, “Fofocalizando” focou no “BBB21”. Neste momento, um mau exemplo foi levado ao ar na última sexta-feira (12/02). Chris Flores e companhia entrevistaram Felipe Prior, da temporada anterior do reality da TV Globo, enquanto o polêmico “brother” dirigia pelo trânsito. Isso mesmo.

Guiando o seu carro, o arquiteto comentou as polêmicas da atual edição. Chegou até a afirmar que muitos telespectadores sentiam falta de Hadson e Lucas Gallina que traziam um “bom entretenimento”. A ex-BBB, também polêmica, Ana Paula Renault continua na atração e participou desse bate-papo. Por fim, Chris chamou Prior de “querido” e não se aprofundou nas pendências judiciais sobre o rapaz.

Em outro momento, “Fofocalizando” focou nas sérias acusações que recaem sobre Anderson do Molejo. Eis que Flor começou a falar sobre hemorroida e intestino preso ao ver MC Maylon em uma festa, dias após o suposto estupro. Comentários impertinentes.

“Fofocalizando” viveu seu melhor momento com Leo Dias, Livia Andrade, Mara Maravilha e Leão Lobo. Infelizmente, as turbulências da equipe implodiram o quarteto.

Fabio Maksymczuk