Em poucas semanas da primeira iniciativa do grupo na América Latina, destinada a encontrar e promover o desenvolvimento dos melhores conteúdos em espanhol e português, já recebeu mais de quatrocentas propostas de conteúdo que serão avaliadas pela equipe de Produções Originais da FNG Latin America, que incluem projetos roteirizados (no Brasil – ficção) e não-roteirizados (no Brasil – não-ficção), factuais e de esportes provenientes de toda América Latina, Espanha e EUA.

A convocatória conseguiu captar a atenção de roteiristas, produtores independentes e empresas de produção e ainda há tempo para enviar os projetos, até o sábado, dia 30 de abril de 2016, os em espanhol, e até quarta-feira, dia 15 de junho os projetos em Português para o Brasil. A resposta já superou as expectativas da FOX. "Sabemos que na região existem muitos talentos e que a América Latina é uma usina de conteúdos e formatos que produz e exporta para todo o mundo, e como já esperávamos, o número de projetos que temos recebido em tão pouco tempo, nos surpreendeu positivamente", disse Edgar Spielmann, EVP e COO da FNG Latin America.

Entre os mercados de onde provieram a maior parte dos projetos de ficção recebidos até agora estão Argentina, Brasil, Colômbia, México, Chile e Venezuela. Brasil, Colômbia e México assumem a liderança no conteúdo factual. Brasil, Argentina e Colômbia lideraram na categoria não-ficção enquanto a Colômbia, Argentina e México estão a frente com projetos esportivos. Ficções de outros mercados, como o Uruguai, Guatemala, Costa Rica, Peru e Equador também fazem parte das mais de 400 ideias que estão sendo avaliados.

Uma vez encerrado o prazo de inscrições, estima-se que até o final de julho saia a lista de pré-selecionados (16 de setembro no Brasil), na sequencia no mês de setembro os criadores poderão apresentar pessoalmente a equipe de desenvolvimento e produção da FNG Latin America, em Buenos Aires, Bogotá, Santiago de Chile e cidade do México, e no mês de outubro em São Paulo ou Rio de Janeiro. O anúncio final será no último trimestre do ano, com o objetivo de desenvolver histórias selecionadas a partir de 2017.