Alta taxa de empregabilidade, bons salários e cursos atualizados com as demandas do mundo do trabalho. A descrição reflete o sonho de muitos brasileiros que buscam uma carreira de sucesso. No Brasil, os cursos técnicos e tecnológicos estão em alta e 70% dos alunos conseguem emprego na área. Para apresentar as amplas oportunidades dos empregos técnicos, o canal Futura, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI e com coprodução da CineGroup, lança a segunda temporada do Futura Profissão. O programa chega à TV a partir do dia 3 de novembro (terça-feira), às 23h.

A segunda temporada do Futura Profissão também traz uma novidade: além dos cursos técnicos de nível médio, serão apresentados os cursos superiores de tecnologia, que são graduações tecnológicas para formação dos tecnólogos. A diferença desses cursos para as demais graduações é que têm duração de dois a três anos, permitindo a entrada mais rápida no mercado de trabalho, e trazem tecnologias atualizadas para a preparação de profissionais que vão desenvolver soluções inovadoras demandadas pelo setor produtivo.

Em 18 episódios, a apresentadora Flavia Espirito Santo conversará com profissionais, estudantes e professores de cada área. Além de conhecer o dia a dia de cada carreira, o Futura Profissão apresentará os salários e as possibilidades de atuação. A remuneração média de um técnico em Petroquímica, por exemplo, é de R$ 7.975,37. O programa apresentará oportunidades de empregos em outras áreas como: Biotecnologia; Celulose e Papel; Curtimento (couro); Mecatrônica Industrial; Análise e Desenvolvimento de Sistemas; Fabricação Mecânica; Eletromecânica; Eletrotécnica; Mineração; Produção do Vestuário; Design de Calçados; Panificação.

A primeira temporada do Futura Profissão foi sucesso na grade do Futura e, na web, os programas atingiram mais de 400 mil visualizações. Após a exibição do programa na tela do Futura, os episódios ficarão disponíveis nos sites www.futura.org.br e www.senai.br.